Traído por pesquisas: Nilda Gondim chora e acusa alguns prefeitos do PMDB de traição a Vené, mas escolheram Vitalzinho que é mais fraco que o irmão

“Abro mão da minha vaga para o meu filho que foi traído”, ela falou durante o evento


nilda
A mãe do ex-prefeito de Campina Grande e ex-pré-candidato a governador da Paraíba pelo PMDB, Veneziano Vital do Rego, a deputada Federal Nilda Gondim (PMDB), em seu discurso na Convenção do seu partido no Clube Cabo Branco em João Pessoa, confirmou o que disse Veneziano em carta de lamentos ao renunciar a ser o postulante a candidato ao governo pelo partido, de que o motivo da renuncia seria traição interna.

Mas há quem diga que o motivo da sua desistência foi às negatividades nas pesquisas, em que o mesmo não se elevou, manteve-se em queda, sendo o 3º mais votado, sendo candidato a governador poderia perder no 1º turno e ficando sem cargo no Poder Publico. Por isso resolveu desistir para ser candidato a deputado Federal garantindo o seu status como politico. Mas sua mãe confirmou a suposta traição. Durante a convenção a parlamentar foi às lágrimas e acusou alguns prefeitos do PMDB de traição. Em seu discurso Nilda disse: “Abro mão da minha vaga para o meu filho que foi traído”, falou ela durante o evento. 

Ora se ele é tão forte e foi traído, por que não saiu candidato ao Senado já que Zé Maranhão propagava por toda Paraíba que seria candidato a deputado federal e na convenção foi indicando como senador e Vital governador. Podemos ver que a deputada federal Nilda Gondim abriu mão de concorrer à reeleição para deixar a vaga para o filho por que era tudo planejado, em que o ex-prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rêgo poderia ser o senador, mas preferi o caminho mais fácil que é a vaga de deputado federal.

Se referindo a desistência de Veneziano em disputar o governo do estado ela disse: “Mas eles ainda vão voltar para casa”, afirmou. Após anunciar a desistência, Veneziano confirmou que vai disputar a vaga de deputado federal nas eleições deste ano levando a crer que as suposições de desistências por fraqueza nas pesquisas que levaram aliados a não querer sua candidatura, mas essa tese de traição se desfaz ao lançar o seu irmão Vitalzinho como candidato ao governo em seu lugar, pode se notar que não existiu traição e sim desistência por conta própria visando uma vaga garantida no Congresso Nacional como Deputado federal que todos sabem que ele ganha, mas para governador, em baixa nas pesquisas seria nadar sem braços. 

Como Veneziano foi traído por prefeitos aliados do PMDB e seu irmão assume a candidatura em seu lugar? Quer dizer que Vitalzinho tem mais "cassique" politico que o ex-prefeito de Campina que é amado por muitos, em que todos sabem que dona Nilda e Vitalzinho só foram eleitos, Vital senador e Nilda deputada Federal por causa dele? Veneziano é bom de votos, de debate e de discurso, e sua mãe diz que trocaram o certo pelo duvidoso. Quem vai acreditar nessa traição de fachada?

Se essa tese de traição for verdade, então Veneziano foi traído pelo próprio irmão que assumiu o seu lugar, só tem essa resposta. 



Blog do Gari Martins da Cachoeira 






Nenhum comentário

Aviso: Os comentários serão moderados...

Tecnologia do Blogger.