Grato por sua visita!

Indignada, médica se pronuncia, apresenta documentos e desmonta mentiras de Veneziano, segundo ela




Foto: Reprodução do facebook
A médica Viviane Cunha Lima, acusada pela coligação do candidato Veneziano Vital do Rego (PMDB) no Guia Eleitoral desta segunda-feira, 19, de, na qualidade de apadrinhada de Romero Rodrigues, viver em São Paulo e receber sem trabalhar numa UPA em Campina Grade, usou as redes sociais para um indignado desabafo. Além de desmentir, com documentos, todas as acusações infundadas, Viviane prometeu que ela e a família vão processar o ex-prefeito.

Em seu pronunciamento pelo Facebook, Viviane revela que, ao contrário do que dizem os adversários do prefeito Romero Rodrigues (PSDB), ela recebeu apenas R$ 2,2 mil reais referentes a dois plantões de 12 horas e um plantão de seis horas . Deixa claro que sempre procurou seu espaço profissional pelos próprios méritos, rechaçando qualquer tipo de influência política, fazendo um relato detalhado de seu esforço pessoal para vencer na vida.

Sem citar Veneziano, desabafa: “Não tenho nada a ver com politico mentiroso, nada! Não tenho nada a ver se eles têm que apelar para ludibriar a população para conseguir voto, porque voto honesto eles não têm”. A médica confirmar estar em São Paulo, fazendo residência médica e detalha no texto os desafios diários para vencer na vida “como gente honesta faz”.

Viviane Cunha Lima disponibilizou todos os documentos que comprovam seu relato: o Imposto de Renda, comprovantes dos pagamentos dos plantões. Familiares da médica já estão tomando providências cabíveis para acionar o ex-prefeito e a coligação dele na Justiça.
Questão esclarecida

A Prefeitura Municipal de Campina Grande, através da Secretaria de Saúde, já tinha divulgado nota desmentido essas acusações, que até então se limitavam a um perfil falso nas redes sociais, a serviço de Veneziano. A própria Justiça Eleitoral já havia determinado a retirada do material, sob pena de multa e punição do responsável.

Na nota, a Prefeitura esclarece que são falsas a acusações de que a médica Viviane Morais Cunha Lima seria prima do prefeito Romero Rodrigues e que estaria recebendo como colocou seus documentos que desmentem a pagamento da Secretaria Municipal de Saúde sem trabalhar. A médica fez parte do quadro de profissionais da Unidade de Pronto Atendimento - UPA Dr. Maia, no ano de 2015. Ela foi contratada para prestar serviços, através do contrato de INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO nº 16.234/2015, publicado em diário oficial no dia 09/06/2015.

E aduzia: conforme atestam documentos da Secretaria de Saúde, a médica deu apenas dois plantões e meio na UPA durante todo o ano de 2015 e, para tal, recebeu o valor de R$2.250,00 pelos serviços prestados, conforme atesta o informe de rendimentos do IRRF - Imposto sobre a Renda Retida na Fonte. A falsa denúncia utiliza os dados desatualizados do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde – CNES, do Ministério da Saúde, para tentar confundir a opinião pública.

Agora, a própria médica foi às redes sociais, onde não so fez o seu desabafo, como exibiu documentos provando a mentira de Venziano.

Veja a postagem da médica Viviane nas sociais:




Nenhum comentário

Aviso: Os comentários serão moderados...

Tecnologia do Blogger.