Grato por sua visita!

Neto do dono do São Brás, TV Paraíba e Cabo Branco, fura blitz atropela agente da Lei Seca em JP


Um homem dirigindo um veiculo Porsche branco, furou a blitz da Operação Lei Seca na madrugada desse sábado, 21, em frente o Clube dos Médicos, no bairro do Bessa, na Capital.

De acordo com informações policiais, o
condutor do Poscher de cor branca, placas PBX-0909 DF, não obedeceu à ordem de parada, atropelando o agente Diogo Nascimento de Souza, que foi socorrido em estado grave por uma equipe do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu), para o Hospital Estadual de Emergência e Trauma, senador Humberto Lucena, em João Pessoa.

Segundo o delegado plantonista, Marcos Vasconcelos, com o impacto da batida, a placa do carro se soltou.

"Nós não podemos afirmar que o proprietário do veículo estava dirigindo, muitas vezes a pessoa vende o carro, empresta e acontece alguma coisa, mas o proprietário deverá ser chamado à Delegacia de Acidentes de Veículos, para prestar esclarecimentos", informou o delegado.

Um boletim de ocorrência foi registrado e o caso será encaminhado para a Delegacia de Acidentes de Veículos.  Segundo a Polícia Militar, o agente sofreu traumatismo craniano, perdeu muito sangue e seu estado de saúde é grave.

Diogo o atropelado
De acordo com o último boletim divulgado pelo Hospital de Trauma da capital, a vítima de 34 anos, passou por procedimentos médicos de urgência e emergência e seu quadro clínico é considerado grave.

Guarnições saíram em perseguição ao veicpolo atropelador, mas não conseguiram alcançar o carro de luxo, que conseguiu fugir da cena do crime.

Com a violência do impacto, uma das placas caiu e a policia informou que o Porsche está em nome de Ricardo de Oliveira Carlos da Silva, 53 anos, filho José Carlos da Silva Junior, proprietário do Grupo São Braz e Rede Paraíba de Comunicação, isto é, TV Paraíba e Cabo Branco.

A policia recebeu informações, que o condutor do Porscher seria Rodolfo Carlos, neto do dono do Grupo São Braz e saiu do Restaurante lppon.


Esse caso vai entrar na lista de crimes movidos por mororista incompetente, que atropela e es vezes mata, se evade do lugar para livrar o flagrante, depois se apresenta na delegacia com um bom advogado e sai pela porta da frente com o cheiro da impunidade, se for riquinho, em especial se for filhinho de papai.

Rodolfo Rodrigues o atropelador 









Nenhum comentário

Aviso: Os comentários serão moderados...

Tecnologia do Blogger.