No Brasil: Existem Direitos Iguais! Será?

Por Jorge Lucena

A tão famosa igualdade de direitos, na qual é citada na nossa constituição federal, hoje infelizmente mais parece uma hipocrisia constitucional, diante das várias situações vivenciadas pelo povo Brasileiro. Atos e ações que envolvem as várias instituições públicas, que deixam transparecer de forma alarmante a forma desigual com que os menos favorecidos financeiramente desse País são tratados. Um desses fatos de desigualdade que podemos citar aconteceu aqui na Paraíba, há alguns meses atrás, quando na oportunidade um dos netos de um grande empresário da imprensa local, dirigindo um veículo da marca Porsche, atropelou e matou de forma covarde, um dos agentes de transito que participava de uma blitz da lei seca na capital do estado, na oportunidade segundo divulgação dos meios de comunicação, em depoimento as autoridades, o citado réu disse que se sentiu ameaçado e por conta disso, decidiu furar o bloqueio.

Alguns meses se passaram e mesmo com a apresentação do réu perante as autoridades, parece que a justiça ainda não encontrou provas suficientes para prender o mesmo. Diante desse fato e por vários dias, a sociedade Paraibana demonstrou, nos vários meios de comunicação a insatisfação por parte da justiça não ter ainda tomado uma decisão final sobre o assunto. O fato de o réu ter conseguido um habeas corpus ainda na madrugada, pouco tempo depois do fato ter acontecido, foi o que gerou uma maior revolta sobre esse caso, pois nós sabemos que fazer a justiça demonstrar tanta eficiência de madrugada, aqui pra nós, isso foge um pouco da realidade do povão.

Outro fato que atualmente vem gerando polêmica é o da ex-primeira dama do estado do Rio de Janeiro, que conseguiu de forma milagrosa transformar a sua prisão que era de regime fechado por corrupção, em prisão domiciliar, pelo fato de ser mãe de um menor de idade, até ai tudo bem, mas e as outras milhares de mães espalhadas pelas prisões Brasil afora, que independentemente do crime também são mães de menores e nunca, até hoje a justiça Brasileira permitiu qualquer privilégio dessa natureza? Se temos direitos iguais, por que será que o nosso povo ganha absurdamente mal e tem que pagar tantos tributos, onde grande parte desses tributos, não voltam como deveriam na forma de benefícios para a sociedade, pelo contrário, são consumidos pela corrupção?

Também de forma lamentável outro fato diz respeito ao nosso código nacional de transito, que corretamente não permite que os condutores de veículos motorizados, sejam carros ou motos, desviem sua atenção a qualquer equipamento de comunicação enquanto guiam seus veículos, no entanto, permitem de forma errônea que empresas de transporte coletivo demitam os chamados cobradores, forçando dessa forma os atuais condutores dos ônibus a acumularem as duas atividades, aumentando com isso, o desgaste físico e psicológico do condutor, além de colocar outras vidas em perigo. Já que comprovadamente o condutor de um veículo não pode desviar sua atenção enquanto guia seu veículo, por que tal fato é ignorado quando se trata de uma empresa? Com a palavra as autoridades responsáveis pelo assunto.






Nenhum comentário

Aviso: Os comentários serão moderados...

Tecnologia do Blogger.